Distribuição da luz

Aqui você encontra informações importantes e dicas úteis relacionadas com a temática da distribuição de luz baixa, luz alta e da luz para estradas rurais.

Todos os motoristas conhecem as funções de "Luz baixa" e "Luz alta". Além disso, os modernos sistemas de iluminação oferecem outras possibilidades para a distribuição de luz e, em conformidade com os requisitos legais, oferecem o máximo em termos de iluminação da pista de rolamento. Aqui você pode ler sobre os truques que podem ser usados para conseguir isso e em que consistem as novas funções de luz, como a luz para estradas rurais.

Aviso de segurança importante As seguintes informações técnicas e dicas práticas foram elaboradas pela HELLA, com o intuito de apoiar as oficinas profissionalmente nos trabalhos do dia a dia. As informações disponibilizadas nesse site somente devem ser usadas por pessoal especializado e devidamente qualificado.

 

DISTRIBUIÇÃO DA LUZ BAIXA: COMPARAÇÃO

A luz baixa é um componente importante da iluminação do veículo e é exigida por lei para cada veículo. Em especial, é usada para a iluminação segura da pista de rolamento no campo aproximado à frente do veículo, evitando que os demais usuários da estrada não sejam ofuscados. Assim sendo, existem requisitos especiais para a intensidade luminosa e a distribuição da luz, que são geralmente assimétricos. A luz baixa também assegura que os demais usuários da estrada possam facilmente reconhecer o seu próprio veículo no escuro.

Faróis de halogêneo para a luz baixa

Nos faróis de halogêneo, a distribuição da luz apresenta uma subida significativa de 15°, na área de luz assimétrica. Essa representa até aos dia de hoje a distribuição de luz mais usada. Também a subida contínua da área assimétrica é típica dessa característica. Devido à lâmpada de halogêneo, a cor da luz é amarela/branca.

 

No gráfico adjacente, que ilustra a distribuição de luz, a área de luz simétrica se situa na esquerda da "linha zero" vertical (tráfego em sentido contrário), abaixo do "limite claro/escuro" pontilhado. Assim, os veículos que circulam em sentido contrário não correm o perigo de serem ofuscados. Para uma maior visibilidade da própria pista de rolamento e da margem direita da pista de rolamento, a distribuição de luz assimétrica aumenta o alcance.

Faróis bixênon da luz baixa

Na distribuição da luz baixa de faróis bixênon, pode ser identificada uma subida mais pequena (12°) da área de luz assimétrica. Em um crescente número de faróis, a subida se situa nos 12° e 75°. A área de luz assimétrica apresenta uma "curvatura", mas essa não é um defeito no farol. Essa característica é necessária devido à alta intensidade luminosa para não exceder as especificações de certos valores de Lux na distribuição de luz, de acordo com os respectivos regulamentos ECE. Devido ao sistema de xênon e ao elevado valor de Kelvin associado, a cor da luz é azul/branca.

 

À esquerda da "linha zero" vertical (tráfego em sentido contrário), no gráfico de distribuição de luz exibido, a área de luz simétrica se situa em linha reta, por baixo do "limite claro/escuro" pontilhado. Assim, os veículos que circulam em sentido contrário não correm o perigo de serem ofuscados. A visibilidade da própria pista de rolamento e da borda da pista de rolamento aumentam a distribuição de luz assimétrica.

Faróis LED da luz baixa

A subida da área de luz assimétrica se assemelha ao sistema bixênon anterior no que concerne à distribuição de luz baixa LED. A área de luz assimétrica apresenta uma "curvatura" (ver seta). No entanto, essa não é um defeito no farol. A subida tem o intuito de facilitar e encurtar o tempo de identificação da margem branca da pista de rolagem.

 

No gráfico, a área de luz simétrica se situa na esquerda da "linha zero" vertical (tráfego em sentido contrário), em linha reta, por baixo do "limite claro/escuro" pontilhado. Assim, os veículos que circulam em sentido contrário não correm o perigo de serem ofuscados. Contudo, no lado esquerdo é claramente visível um pequeno aumento assimétrico da distribuição de luz.

DISTRIBUIÇÃO DA LUZ ALTA E DA LUZ PARA ESTRADAS RURAIS: COMPARAÇÃO

Além da luz baixa, a luz alta é também obrigatória como parte integrante da iluminação do veículo. Contrariamente à luz baixa, a luz alta ilumina ao máximo a pista de rolamento. Por esse motivo, ela é usada principalmente em estradas muito escuras e de pouca visibilidade, sem tráfego em sentido contrário, onde a luz alta aumenta significativamente a visibilidade e, por conseguinte, a segurança, mesmo a velocidades mais altas. Além disso, a luz alta é usada na função lampejador de faróis.

Luz alta clássica

A distribuição da luz alta visível nas fotografias/telas de controle mostra claramente as diferenças entre a luz alta clássica e LED. A luz alta clássica prescreve uma iluminação pontual ou oval em torno da marca central (pequeno quadrado).

Faróis LED de luz alta

Com a luz alta do farol LED é iluminada uma área muito maior. Também nesse caso, a intensidade luminosa mais elevada pode ser identificada em torno da marca central, mas devido à maior "quantidade de luz" que é projetada pelo farol, a luz pode ser distribuída em uma área muito mais ampla.

Faróis LED da luz para estradas rurais

A distribuição da luz é apenas ativada a partir de uma velocidade específica. Consoante o fabricante, a partir de uma velocidade entre 50 e 80 km/h.

 

Através de uma subida do limite claro/escuro (representada no gráfico) na área esquerda, é melhorada a iluminação da pista de rolamento e das margens. A área de luz assimétrica é mais íngreme com 60° e a "curvatura" é visível muito mais cedo.

IMAGENS DE LUZ DE FARÓIS DE HALOGÊNEO — VW FUSCA: EXEMPLO PRÁTICO

Nesse exemplo prático, mostramos os resultados de medição de faróis de halogêneo H4, usando como base um "Classic Car" VW Fusca 1303 cabriolet, ano de fabrico 1979. O controle das regulagens de luz foi realizado com um SEG IV analógico e digital/ apoiado por câmera SEG V, para a luz alta e baixa. 
O veículo deve estar sobre uma superfície plana e nivelada para a medição. Prestar atenção às prescrições nacionais que visam os locais de regulagem de faróis, bem como as informações do fabricante automotivo.

Aviso

Conectar o carregador para assegurar a tensão correta da bateria e da rede de bordo.
Realizar um controle visual do farol relativamente a danos e substituir os elementos luminosos com defeito.

Aparelho de regulagem dos faróis analógico

A medição é efetuada manualmente com o aparelho de regulagem dos faróis SEG IV analógico da Hella Gutmann. A medição foi inicialmente realizada na luz baixa e alta do farol esquerdo e depois, respectivamente, no farol direito. 

 

Em ambos os casos é produzido um resultado de medição perfeito, com as distribuições de luz típicas desse farol de halogêneo H4 (ver também a versão mais em cima). Não existem quaisquer desalinhamentos que requerem regulagem.

Aparelho de regulagem dos faróis digital

A medição com o aparelho de regulagem dos faróis digital é realizada no SEG V apoiado por câmera, da Hella Gutmann Solutions. As etapas do processo de controle são executadas confortavelmente através do menu do aparelho. 

 

O resultado das medições é exibido no display do SEG. No presente exemplo, as setas verdes assinalam uma regulagem correta do farol de halogêneo H4, sem quaisquer desalinhamentos.

IMAGENS DE LUZ DE FARÓIS LED — RENAULT MÉGANE: EXEMPLO PRÁTICO

Exemplo dos resultados de medição da distribuição da luz de farol LED de um Renault Mégane IV atual, ano de fabrico 2016. Nesse caso, antes de efetuar o controle, devem também ser respeitados os requisitos relativos a um local de regulagem dos faróis adequado. 

 

Nesse caso, a pré-inclinação deve ser ajustada em 1%.

Aviso

Conectar o carregador para assegurar a tensão correta da bateria e da rede de bordo.
Realizar um controle visual do farol relativamente a danos.

Aparelho de regulagem dos faróis analógico

A medição com o SEG IV analógico mostra, dos dois lados, as distribuições de luz típicas para esse farol LED, para a luz baixa e alta. Conforme anteriormente referido, mais em detalhe, não é necessária uma correção da regulagem dos faróis.

Aparelho de regulagem dos faróis digital

Durante a medição com o SEG V, o controle das etapas de medição é realizado confortavelmente através do menu do aparelho e o resultado de medição é exibido no display. A medição é realizada em cada lado, para a luz baixa e alta. Nesse exemplo, a apresentação gráfica no aparelho de regulagem dos faróis exibe um resultado de medição perfeito, assinalado pelas setas verdes.

Até que ponto este artigo é útil para si?

Não ajuda em nada

Muito útil

Diga-nos do que não gostou.
Obrigado! Mas antes de sair!

Inscreva-se para receber nosso boletim informativo gratuito do HELLA TECH WORLD e mantenha-se atualizado com os vídeos técnicos mais recentes, conselhos sobre reparos de automóveis, treinamentos, campanhas de marketing e dicas de diagnóstico.

Mostrar informações adicionais em nosso boletim informativo Ocultar informações adicionais em nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber nosso boletim informativo gratuito do HELLA TECH WORLD e mantenha-se atualizado com os vídeos técnicos mais recentes, conselhos sobre reparos de automóveis, treinamentos, campanhas de marketing e dicas de diagnóstico.

Juntos, podemos colocar os carros de volta na estrada rapidamente!

Importante:
ocê só será inscrito na newsletter após clicar no link de confirmação no e-mail de notificação que receberá em breve!

Proteção de dados | Cancelar inscrição

Importante:
Você só será inscrito na newsletter após clicar no link de confirmação no e-mail de notificação que receberá em breve!

Data protection | Cancelar inscrição

Quase lá!

Tudo o que você precisa fazer é confirmar sua inscrição!
Enviamos um e-mail para your email address.

Verifique sua caixa de entrada e clique no link de confirmação para começar a receber atualizações do HELLA TECH WORLD

E-mail errado ou nenhuma confirmação recebida?
Clique aqui para entrar novamente.